Second Life Grid Status

quinta-feira, 28 de março de 2013

Vi no Face

As gírias que estão na boca dos gays e heterossexuais:


Aloka:  Interjeição de espanto diante de uma atitude louca de alguém.

Aham, Cláudia, senta lá! :   Expressão que concorda e ao mesmo tempo menospreza alguém. Surgiu com a apresentadora Xuxa, quando pediu a uma criança para voltar a seu lugar na plateia.

Murry :  “Morri” com pronúncia de inglês. Significa não aguentar mais ou ficar espantado.

Fazer a egípcia:   Ficar indiferente, superior. Remete às imagens das figuras antigas, de perfil.

Se joga, pintosa : “Vá em frente”.

Bee (ou bi) : Vem do vocativo “bicha”. É o modo de chamar outro gay.

Estar burning : Vem do inglês “burning” (queimando). É estar agitado ou ansioso.

Fazer aloka : Agir como louco. Ou ter atitudes inesperadas.

Toda trabalhada... : Usada como um complemento como “toda trabalhada no brilho” ou “toda trabalhada no jeans”.

Fazer a Kátia:  Fazer-se desentendido. Referência à cantora cega que fez sucesso no anos 80 com Roberto Carlos.

Arrasou:  Admiração em relação a um ato bem-sucedido de outra pessoa.

Bafão : Confusão ou uma boa fofoca.

Carão :  Fazer pose, debochar.

Dar a Elza : roubar.

Bofe : Homem heterossexual.

Mara : Abreviação de maravilha.

Racha : Utilizado para designar mulher.

Tô passada : Expressão de espanto e também de admiração.

Uó : Alguma coisa ruim.

Um luxo : Algo bonito, interessante.
Continue lendo na Revista AG  A GAZETA
Agora pra geral se deliciar Caio castro : 

Caio Castro dançando Gretchen



 Murry !!!

AloooooooOOOUUUUU!!!
DE ONDE VEM AS GESTURES?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...